A ARQUIBANCADA NA REDE - WEB ARQUIBANCADA
"Em 40 anos de jornalismo, nunca vi liberdade de imprensa. Ela só é possível para os donos do jornal". (Cláudio Abramo, que dirigiu Folha e Estadão)

Busca

Pesquisa personalizada

11 de set de 2007

Jornalistas torcedores!!!

Nada tenho contra um jornalista ser torcedor de um time, afinal todos somos torcedores! Acho até que um jornalista esportivo (futebolista), somente é jornalista, por sua paixão ao futebol e, conseqüentemente, a uma equipe de futebol.

Temos casos clássicos. O Chico Lang - por exemplo - é tratado até no campo do folclore, pois - antes de jornalista - é corintiano. O Avalone, de tão Palmeirense, chega às raias da loucura e critica o Palmeiras em excesso. O PVC, por ser Palmeirense, e tentar mostrar imparcialidade, comete injustiças contra nosso time que não comente com os outros (veja o caso de dizer que não deveria haver mais clássicos no Palestra por conta de uma suposta agressão -que não houve - ao Bosco).

Pois bem, e aqueles que não declaram seu time? E aqueles que dizem ser torcedores de time A (em geral um time pequeno) e, na verdade, são torcedores de time B (grande)?

Não tenho dúvidas do amor do Trajano pelo América. Mas, por morar em São Paulo e ter um filho que torce para o time do Jardim Leonor, acredito que seus contrários estão sendo influenciados por uma nova paixão: O SPFC. Acho que o Trajano mudou o tom da camisa, de vermelho para rosa.

Ontem, no Linha de Passe foi patético.

O Calazans (diga-se de passagem, que coerente ele é) fez uma crítica ácida ao jeito SPFC de jogar (picando o jogo com faltas: 38 em média por jogo, sendo violento - o Breno é um cavalo, etc.). O PVC (também foi coerente nisso) dizendo que não, que 'marcar não é crime'. O Trajano, só faltou dizer que iria sair do programa (como já fez em outras oportunidades) de tão descontrolado que ficou com os comentários de que o SPFC praticou o anti-jogo contra o Vasco. Para ele, o que deveria ser analisado é que o maravilhoso, estupendo e magnífico Muricy mudou o jogo no segundo tempo, por isso, e por ter uma defesa também MA-RA-VI-LHO-SA o Jardim Leonor FC havia ganho. Ah! Todos os técnicos mandam bater, mas o Muricy não. O leão manda, o Felipão manda, o Luxemburgo manda... O Muricy não, não mostra ser um técnico assim. Ele não disse isso, só faltava, mas que deixou nas entrelinhas deixou.

Somente uma correção deve ser feita ao comentário do Calazans. O SPFC não praticou o anti-jogo somente contra o Vasco. Contra o Palmeiras eles fizeram rodízio de faltas no Valdívia, chegando a tirá-lo de campo (contra o Atlético serão três jogos sem o Mago por causa de entradas criminosas de jogadores desse timinho).

Mas, querer que alguém na atual imprensa esportiva tenha um olhar diferenciado para os lados do Palmeiras é demais.

O Calazans tem razão: O SPFC será o campeão brasileiro da história (se confirmar o título) que pratica o futebol mais feio e desleal. Tudo com a conivência da CBF, da comissão de arbitragem e do STJD.

Em tempo: Amanhã (12/09) o goleiro reserva (dublê de ator) do Jardim Leonor FC será julgado pela cena no Palestra. Fiquemos de olho.

Trajano: O Avalone pelo menos é sincero em sua preferência clubística.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro Palmeirense, aqui você pode fazer seu comentário. Como bom Palmeirense CORNETE!!!