A ARQUIBANCADA NA REDE - WEB ARQUIBANCADA
"Em 40 anos de jornalismo, nunca vi liberdade de imprensa. Ela só é possível para os donos do jornal". (Cláudio Abramo, que dirigiu Folha e Estadão)

Busca

Pesquisa personalizada

3 de ago de 2009

Post qualquer nota 2

Ou perguntar, e responder, não ofende

Tabela inimiga

Alguém sabe – sem buscar na net – quanto tempo faz que o Palmeiras não realiza um jogo em casa em dia e horário nobre (domingo, 16h00)? Eu mesmo respondo: 8ª. Rodada (28/06), contra o Santos. O técnico ainda era Luxemburgo.

Sabe qual será o próximo? Essa eu respondo de novo: 26ª. Rodada, dia 27/09, contra o Atlético do Paraná.

Alguém sabe me dizer, e também aos leitores do blogue e torcedores do Palmeiras, porquê quando da elaboração da tabela o Palmeiras sempre no período do inverno manda os jogos em casa no meio da semana à noite e aos dos finais de semana é sempre visitante?

Alguém sabe me dizer o porquê que nossa tabela marca jogos contra grande no meio da semana, em casa, e jogos contra pequenos (Sport, por exemplo) aos domingos como visitante?


Resultado da tabela inimiga

Somos apenas a 12ª. equipe mandante em média de público no campeonato. Perdemos, vejam só, para o Sport e para o SPFW, times de menor tradição e de menor torcida.

Em compensação, e o que mostra mais uma faceta da política perversa que estão nos submetendo, é que somos o segundo preço médio mais alto dos praticados pelas 20 equipes da primeira divisão do campeonato nacional (R$ 29,31).

Com essa distorção temos a quarta média de arrecadação, mas nosso estádio, que tem capacidade para 27 mil pessoas, tem uma ocupação média de apenas 48,17%.

Rival

Nosso rival histórico é quem pratica o maior preço médio R$ 32,14. Eles têm um público médio por volta de 35% maior que o nosso.

Mas, como mandam seus jogos no Pacaembu e a capacidade do estádio municipal é de 38 mil espectadores, eles nos suplantam em apenas 0,96% no total de ocupação das acomodações no estádio.

Considerações

O que isso quer dizer? Do lado dos rivais pode representar algumas cadeiradas. Do nosso lado quer dizer que continuamos com a política do Gualtieri, mesmo que com acordos internos ele possa representar apenas uma figura decorativa.

E assim caminha a torcida do Palmeiras: sofrendo e resistindo àqueles que não a quer nos estádios.

Forza Palestra!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro Palmeirense, aqui você pode fazer seu comentário. Como bom Palmeirense CORNETE!!!