A ARQUIBANCADA NA REDE - WEB ARQUIBANCADA
"Em 40 anos de jornalismo, nunca vi liberdade de imprensa. Ela só é possível para os donos do jornal". (Cláudio Abramo, que dirigiu Folha e Estadão)

Busca

Pesquisa personalizada

6 de mar de 2008

Ídolo em destaque

Já postei sobre o Ademir aqui neste espaço, então falta o seu fiel companheiro de meio campo. Lá vai:

DUDU

Nome Completo: Olegário Tolói de Oliveira (* 07/11/1939)

Local de Nascimento: Araraquara-SP

Estréia no Palmeiras: 24/05/1964 – São Bento 0 x 0 Palmeiras (amistoso)

Despedida do Clube: 21/01/1976 – Palmeiras 1 x 1 Corinthians (Taça Governador do Estado)

Jogos: 609

Gols: 25

Desempenho: 340 vitórias – 160 empates – 109 derrotas

Títulos pelo Palmeiras: Campeonato Paulista de 1966, 1972 e 1974, Torneio Início de 1969, Torneio Rio-São Paulo de 1965, Taça Brasil de 1967, Roberto Gomes Pedrosa de 1967 e 1969, Campeonato Brasileiro de 1972 e1973, Torneio Laudo Natel de 1972 e Torneio de Mar Del Plata de 1972.

Histórico: é natural de Araraquara-SP e durante 13 anos formou a maior dupla de meio-campo da história alviverde junto com Ademir da Guia.

Chegou ao Palmeiras em 1963, vindo da Ferroviária, e só saiu em 1976, quando se tornou técnico e, neste cargo, levou a equipe ao título do Paulistão de 1976.

Dentro de campo, era um marcador implacável, porém com muita honestidade em não machucar os adversários.

Ganhou o apelido de Dudu, do seu avô, quando ainda era criança, e se tornou um símbolo de garra para toda a torcida do Palmeiras.

Outros Clubes: Ferroviária-SP.

Fonte: Site Oficial do Palmeiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro Palmeirense, aqui você pode fazer seu comentário. Como bom Palmeirense CORNETE!!!