A ARQUIBANCADA NA REDE - WEB ARQUIBANCADA
"Em 40 anos de jornalismo, nunca vi liberdade de imprensa. Ela só é possível para os donos do jornal". (Cláudio Abramo, que dirigiu Folha e Estadão)

Busca

Pesquisa personalizada

24 de jan de 2008

Comi bola

Confesso que comi bola e não havia visto a matéria do GLOBOESPORTE.COM sobre os valores do patrocínio do Palmeiras com a FIAT.

Desde o anúncio a Globo tenta mostrar, através de suposições – o contrato é mantido em sigilo – que Corinthians, Flamengo e São Paulo têm contratos maiores que o do Palmeiras. Se quiser perder tempo clique aqui e leia a matéria de ontem.

Comi bola, mas não deixarei de publicar a resposta da Diretoria do Palmeiras, eis:

“Quem divulgou a ata caiu do cavalo, porque considerou apenas um pedaço do contrato. Há outras ações que potencializam o patrocínio, mas como já é de conhecimento geral, a cláusula de sigilo impede que as partes divulguem os valores. Apenas para esclarecer quem não é do ramo, esse tipo de cláusula é uma prática muito comum no meio empresarial, pois resguarda os direitos dos acionistas da empresa patrocinadora. Por acaso alguém já viu dirigentes exibindo seus contratos para comprovar os valores divulgados?
Na minha opinião, o que o torcedor deve estar curioso para saber são as razões que levam alguém, que se diz palmeirense, a colocar em risco o contrato de patrocínio. Porque foi exatamente isso que esse irresponsável fez. Eu sei a resposta e vou dizer: tem gente que ainda não se conformou com o veredicto das urnas; ainda não entendeu que a comunidade palmeirense deu um basta aos 12 anos desastrosos da gestão anterior. E não suporta ver o sucesso da administração atual, que está resgatando a grandeza do nosso clube do coração. Enquanto eles usaram a oportunidade em que estiveram no poder para desmontar o legado maravilhoso da era Parmalat, em muito menos tempo o presidente Della Monica fechou uma parceria inovadora com a Traffic, multiplicou em muitas vezes as receitas de patrocínio, introduziu o espaço Visa, que é uma ação inédita em escala internacional, e iniciará as obras da nossa sonhada Arena. Ou seja, em três anos, nosso presidente realizou o que a gestão anterior não faria nem em um século! A verdade é uma só: o que essas pessoas estão fazendo não é uma oposição à administração, algo que seria absolutamente saudável e bem-vindo em qualquer instituição democrática. Na realidade, suas atitudes revelam um caráter inescrupuloso, de quem quer retomar o poder a qualquer custo, sem medir as conseqüências para a instituição Palmeiras. Quanto a isso, o tempo é soberano: 2009 está aí, daremos outra surra neles nas eleições e a Sociedade Esportiva Palmeiras vencerá mais uma vez seus mal-feitores. O que não nos mata nos fortalece.
Marcelo Fonseca
Diretor-adjunto de Planejamento”


Ta difícil! Começo a concordar com o André que não se trata de má vontade com o Palmeiras, mas sim de falta de aptidão para o ofício. Dizem que informam, mas não entendem que para isso têm que primeiro se informar. Ignorância pura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro Palmeirense, aqui você pode fazer seu comentário. Como bom Palmeirense CORNETE!!!