A ARQUIBANCADA NA REDE - WEB ARQUIBANCADA
"Em 40 anos de jornalismo, nunca vi liberdade de imprensa. Ela só é possível para os donos do jornal". (Cláudio Abramo, que dirigiu Folha e Estadão)

Busca

Pesquisa personalizada

3 de ago de 2009

Aos torcedores do Sport

Quando eliminamos as Putinhas do Nordeste da Libertadores publiquei essa carta dirigida aos torcedores do pequeno Sport, era - por coincidência - data de aniversário da fundação do minúsculo Sport Clube do Recife. O tempo sempre se encarrega de recolocar as coisas em seus devidos lugares. Hoje, nós - o gigante Palmeiras - lideramos o Brasileirão; eles, os pequenos, os minúsculos, os insignificantes no cenário nacional, estão na rabeira, prestes a serem devolvidos para o limbo da segunda divisão, local - aliás - de onde nunca deveriam ter saído. Então, republico a carta para que eles não se esqueçam que aqui é Palmeiras. Aqui é time grande, lá - no máximo, um coadjuvante:

De grandes e pequenos

No futebol, como na vida, existem os grandes e os pequenos. No futebol, como na arte, existem os atores principais e os coadjuvantes. Vez ou outra os pequenos, os coadjuvantes, aprontam das suas e vencem o grande, como no mito de Davi e Golias, mas no final as coisas voltam ao seu devido lugar sempre e, invariavelmente, o grande vence o pequeno, o Golias derrota o Davi.

Muito se falou sobre o Sport; que é time grande, que eliminaria o Palmeiras, que a Ilha de Lost intimidaria os guerreiros verdes... Ontem as coisas voltaram ao seu devido lugar: o gigante Palmeiras segue seu caminho de conquistas, de glórias, de derrotas e vitórias, de luta e superação, o minúsculo Sport retorna à sua trajetória de apenas um time regional. Ou seja, o grande – mais uma vez – derrotou o pequeno. Assim é a vida, assim é o futebol.

A pequenez do Sport – durante a primeira fase e o início da segunda – saltava aos olhos de todos, mas muitos não queriam enxergar, pois um time de futebol que tem como um de seus diretores uma figura como Guilherme Beltrão, não pode passar nunca de um mero coadjuvante.

Este ‘cidadão’ enxerga futebol como se fazia há 50 anos atrás, intimidando, achando que apenas bastidores resolvem as coisas. Ledo engano, bastidores funcionam sim, mas há a ordem natural das coisas: grandes e pequenos.

A torcida do Sport que compreende futebol na base da pressão, com foguetórios em hotéis, pedras em ônibus, ameaças via internet, é mais uma mostra de quem é o grande e quem é o pequeno nessa história. Aprenderam – espero que tenham aprendido, que respeito é o mínimo que devem a um gigante.

Finalmente, mas isso é de difícil compreensão para quem vê futebol apenas como ganhar ou perder, há o fator história. Não vou aqui listar a galeria de triunfos de nosso amado Palmeiras, apenas basta lembrar que somos a equipe brasileira com mais participações no torneio continental e que o venceu uma vez.

Então, saibam – desde aí do Recife, que somos gigantes não apenas por nossos títulos – que são inúmeros, mas porque sabemos o que representamos para o futebol nacional, continental e mundial. O futebol perderia muito sem o Palmeiras; em nada faria falta a não existência do Sport. Simples assim.


Forza Palestra!


_____________________
Em tempo: Comemorem muito, pois para quem não sabe, hoje é aniversário de fundação do clube de vocês (104 anos). É o que lhes restou comemorar. Só espero que o presente que deixamos por aí não tenha estragado a festa. Até 2059.

3 comentários:

  1. Boa tarde Ademir,
    Foi uma coisa que inclusive frisei em uma postagem naquele jogo da ilha que vencemos. O ixpot é um timeco e devido a duas vitórias falaram que o Verdão era freguês dos caras, fizeram um carnaval, e no fim deu o time grande, o vencedor foi o gigante, por mais que quiseram nos estabilizar não conseguiram, na historia entre Palmeiras e ixpot é ridicula a comparação de números dos confrontos, eles que são fregueses e pequenos, qual a comparação de prestigio mundial entre Palmeiras e ixpot, nós somos os campeões do século, temos inumeros titulos e eles vão apenas ganhar campeonato pernambucano, ganharam uma copa do brasil, pra ganhar outra, só no proximo século e se conseguirem.
    Abraço Ademir, ninguém segura o verdão!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Ademir,

    segue video que fiz das cobranças de penalti, apos o erro de MOzart..

    segue link:
    http://www.youtube.com/watch?v=_03JQs7YVXM

    ou procurem como São Marcos de Palestra Italia.

    abçs a todos

    ResponderExcluir
  3. Recife. O Santo ajoelhado comemora. Nós nos abraçavamos, corríamos, decíamos da cerca. O Coro começa e ecoa por toda a ilha:

    CAZA, CAZA, CAZA, CASA CAIU,
    ISCHIPOT, ISCHIPOT, VAI PRA PQP!!!

    Eles não tem força pra vaiar nosso grito!!! Missão cumprida.

    Aragonez

    ResponderExcluir

Caro Palmeirense, aqui você pode fazer seu comentário. Como bom Palmeirense CORNETE!!!