A ARQUIBANCADA NA REDE - WEB ARQUIBANCADA
"Em 40 anos de jornalismo, nunca vi liberdade de imprensa. Ela só é possível para os donos do jornal". (Cláudio Abramo, que dirigiu Folha e Estadão)

Busca

Pesquisa personalizada

30 de jun de 2008

30 de junho de 2008 – DROPS

Bolão

O resultado já está publicado no post anterior. Apenas alguns comentários: a) O Nick desconhecido da semana passada era do Raphael Falavigna (Coruja). Como a pontuação do nick desconhecido foi de 5 pontos e a atribuída por mim ao Raphael (Coruja), por ter entendido que deveria repetir os resultados do bolão do Blog do Meu Saco, também foi de 5 pontos, ficamos na mesma. Ou seja, a pontuação está correta; b) O Adriano Lira se aproximou do Guto Cavazza, que nesta rodada não foi o maior pontuador. Na oitava rodada o maior pontuador foi o Carlos Mammara. O Bruno Damaso não mandou resultado, o que o coloca na zona de rebaixamento e livra momentaneamente o Lucas Tassi da zona da degola. Lembrando que os rebaixados terão, ano que vem, que apostar nos jogos do CUrintias; e, c) O jogo está cada vez mais emocionante e a camisa retrô continua, até o momento, nas mãos do Guto, mas momentaneamente. Até eu, que sou café com leite, livrei 0,5 pontos da diferença que me separa do líder. A ver nas próximas rodadas.

Arena

Essa hora, ao escrever este post, já deve estar correndo solta a manobra da oposição ao Palmeiras para barrar a apreciação do projeto da Arena. Como ninguém tem ‘colhões’ para votar contra o projeto, e como ninguém quer ficar conhecido como aquele que impediu um processo de modernização de nosso clube, usam de um laranja, que na justiça, alegará falta de tempo para a apreciação do projeto. O nome da fera? Piraci Ubiratan de Oliveira Junior. Clique no nome dele, entre em um site que ele mantém e mande mensagem, diga a ele como apreciamos gente como ele que, por detrás de ambições políticas, mina dia-a-dia a grandeza de um time que – apesar dele – continuará a ser grande. Ele se junta a Ebem Gualtieri, Mustafá Contursi e José Eduardo Ribeiro Chaves (o conselheiro do Muda Palmeiras que na confusão da venda dos ingressos ameaçou associados com a apreensão de carteirinhas) no rol de pessoas não gratas desse Blog, e que serão lembrados nas próximas eleições para o conselho (anti-campanha). Sei que dois deles (os chefões) são vitalícios, não concorrem, mas mesmo assim relembraremos quem são. Gente nefasta ao clube. Por isso, se associem, pois temos que livrar o Palmeiras dessa corja, o trabalho está só no começo.

Palmeiras x Náutico


Partida de time candidatíssimo ao título. Segura, sem sustos. No primeiro tempo jogo de ataque contra defesa. Em um pênalti inexistente o PÉSSIMO Djalma Beltrami (o mesmo que nos alijou da disputa do título da copa do Brasil ano passado) marcou e Alex Mineiro, com sua já manjada, mas eficiente, paradinha, decretou 1 X 0. Fim do primeiro tempo, pois o gol foi no finalzinho.

No segundo tempo a coisa complicou, pois eles acharam que poderiam abdicar dos 300 volantes e com um avante nos ameaçar. Marcos estava lá para garantir, como sempre, e Luxermburgo fez as mudanças necessárias. Um dos que entrarou, Denílson, sob meus protestos nas arquibancadas, pois eu acreditava que não deveria ser o Alex Mineiro a sair, arrancou, depois de passe do Mago, que anda menos mágico ultimamente, driblou o zagueiro brucutu duas vezes, tirou o goleiro e rolou para o fundo das redes. Alegria dos quase 15 mil Palmeirenses presentes, mesmo com o preço dos ingressos ainda nas alturas, para minha alegria também, e para a alegria daqueles que estavam ao meu lado e que se deliciaram com minha falta de visão, pois – como já disse – era contra a saída de Alex Mineiro para a entrada de Denílson. Ponto para o professor. Três pontos para o Palmeiras e seguimos rumo ao topo. A rodada foi benéfica, estamos no G4 e em breve, matamos o Flamengo em jogo de 6 pontos.

Henrique

Uma pena a saída dele, mas não dá para segurar ninguém com a montanha de dinheiro que os gringos oferecem. Lucro para os cofres, pois 20% da transação entraram para os cofres esmeraldinos. Tem comentarista, blogueiro e pseudo-jornalista que vive falando em modernidade, aliás, o mesmo (e seus seguidores) que não viu problema algum, à época, em uma lei (a Pelé) ter sido elaborada por um interessado no mercado da bola (o próprio autor), afinal a ‘modernização’ tem que ter sua marcha, os contrários a ela são das forças do atraso, mas quando um clube inova, fecha acordo com uma empresa CAPITALISTA, esta buscando lucro, que é de sua essência, este fica procurando pêlo em ovo e ‘acusando’, como se isso fosse crime, que o capitalista busque (ora vejam só) lucro. Vai entender. Gladstone fez sua estréia no lugar do Henrique, se for sempre o que foi no jogo de ontem, já temos novo xerife na zaga e que o dinheiro do Henrique venha sanar as finanças e que o ‘fluxo de caixa’ tome seu rumo natural.


Aguardem

Acompanharei o noticiário sobre a votação do projeto da Arena. A cada nova notícia publico algo para o conhecimento de todos. Que os Conselheiros tenham juízo e aprovem o projeto. 30 de junho de 2008 pode passar para a história como uma das datas mais importantes da vida da gloriosa Sociedade Esportiva Palmeiras, ou Sacietá Palestra Italia (neste caso sem acento), como prefiram.

Forza Palestra.

Um comentário:

Caro Palmeirense, aqui você pode fazer seu comentário. Como bom Palmeirense CORNETE!!!