A ARQUIBANCADA NA REDE - WEB ARQUIBANCADA
"Em 40 anos de jornalismo, nunca vi liberdade de imprensa. Ela só é possível para os donos do jornal". (Cláudio Abramo, que dirigiu Folha e Estadão)

Busca

Pesquisa personalizada

29 de fev de 2008

Ídolo em destaque

Como amanhã é dia de Derby, e esse é mais um exterminador de gambás, lá vai o ídolo em Destaque...

MARCOS

Nome Completo: Marcos Roberto Silveira Reis

Local de Nascimento: Oriente-SP

Estréia no Palmeiras: 17/03/1999 – Corinthians 2 x 1 Palmeiras (Libertadores da América)

Títulos pelo Palmeiras: Campeão Paulista de 1996 (reserva), Copa do Brasil de 1998 (reserva), Libertadores da América 1999, Torneio Rio-São Paulo de 2000 e Brasileiro da Série B de 2003.

Histórico: Marcos chegou ao Palmeiras em 1992 e “apareceu” em 1996, quando, substituindo Velloso, foi titular em alguns jogos e acabou convocado para a Seleção Brasileira do técnico Zagallo.

Marcos entrou no time titular na Libertadores de 1999, após a contusão do titular Velloso, e ficou com a titularidade da equipe.

Marcos possui inúmeras qualidades que o fazem ser o melhor goleiro brasileiro da atualidade; segurança na meta, boa estatura, agilidade, é pegador de pênaltis, ótimo nas saídas de gol e sabe orientar o posicionamento da defesa.

Só deixa a equipe quando está contundido ou defendendo a Seleção Brasileira.
Na Libertadores da América, após a conquista do título, com defesas históricas contra Corinthians, River Plate e Deportivo Cali, Marcos ganhou o apelido de “São Marcos”. O pênalti que ele defendeu de Marcelinho Carioca, do Corinthians, pela semifinal da Libertadores de 2000, entrou para a história do futebol brasileiro.

Na categoria de “Santo”, foi o titular da Seleção Brasileira no título de pentacampeão mundial em 2002 na Copa da Coréia e do Japão.

Outros Clubes: Nenhum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro Palmeirense, aqui você pode fazer seu comentário. Como bom Palmeirense CORNETE!!!